Performance do VD após VMP

Melhora imediata!

Além da sintomatologia clássica da estenose mitral, a repercussão hemodinâmica também é usada para indicar o tratamento de escolha nesses casos, a valvoplastia mitral percutânea com balão. Situações como aparecimento de fibrilação atrial, surgimento de hipertensão arterial pulmonar ou disfunção sistólica do ventrículo direito configuram as principais repercussões hemodinâmicas nesses quadros.

O ventrículo direito apresenta anatomia complexa e tridimensional, sendo muitas vezes, um desafio estabelecer a queda da fração de ejeção do mesmo pela ecocardiografia. Além disso, situações concomitantes como estado de pré-carga, insuficiência tricúspide e análises subjetivas ocasionam uma subestimativa no diagnóstico de disfunção sistólica do ventrículo direito.

A aplicação de um método diagnóstico já difundido no acompanhamento do ventrículo esquerdo, trouxe valiosos dados sobre a função do ventrículo direito: o strain.

Um grupo indiano publicou em uma das mais consagradas revistas de ecocardiografia do mundo um estudo interessante em que comparou o strain de VD antes e após a VMP e viu que em indivíduos que apresentaram sucesso no procedimento, a melhora do strain ocorreu precocemente. A queda no strain do VD estava diretamente correlacionada com dados de disfunção sistólica do ventrículo direito e a melhora na pós-carga ocasionada pela VMP levou a uma melhora tanto de dados consagrados como TAPSE e FAC como strain do VD.

Dados como o índice de Tei do ventrículo direito encontram-se também reduzidos na estenose mitral com repercussão hemodinâmica do lado direito do coração, mas a não normalização imediata desse índice após a VMP pode demonstrar algum grau de acometimento intrínseco do miocárdio por danos de longo prazo.

Diante do exposto, o strain do ventrículo direito por ser usado na avaliação precoce da repercussão hemodinâmica do ventrículo direito, visto que ele apresenta correlação direta com a pós-carga dessa câmara. A desobstrução valvar mitral leva a uma queda nas pressões do átrio esquerdo e capilar pulmonar, culminando com melhora imediata na performance do ventrículo direito, muito bem avaliada com o strain do VD.

Literatura recomendada

1 – Khanna R, Raghuvanshi AS, Kumar S, et al. Immediate impact of percutaneous transvenous mitral commisurotomy on right ventricle longitudinal strain in patients of mitral stenosis. Echocardiography. 2018 Oct;35(10):1525-1532.


Baixar Artigo

Privacidade e cookies: Este site usa cookies. Ao continuar no site você concorda com o seu uso. Para saber mais, inclusive como controlar cookies, veja aqui: Política de cookie

As configurações de cookies deste site estão definidas para "permitir cookies" para oferecer a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar as configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, estará concordando com isso.

Fechar