Perda de sobrevida após troca valvar aórtica

É possível evitar?

O conhecimento sobre a história natural da estenose aórtica é bem difundido e sabe-se que após o desenvolvimento de sintomas, a mortalidade ocorre dentro de um período de tempo previsível. Diante disso, a realização do tratamento intervencionista está indicada, visto ser o único capaz de alterar a mortalidade nesse cenário.

Será que, após a troca valvar e superadas as possíveis complicações peri-operatórias, a expectativa de vida do indivíduo volta a ser comparada à população geral hígida?

Um estudo populacional sueco (SWEDEHEART) analisou mais de 23 mil pacientes submetidos a troca valvar aórtica e observou qual o comportamento da sobrevida nesses indivíduos. Os resultados são muito interessantes, mas merecem alguns comentários.

De forma geral, a expectativa de vida nesses pacientes se reduziu em 1,9 anos, quando comparado a população geral e de forma estratificada por idade temos:

  • Abaixo de 50 anos: perda de 4,4 anos
  • Acima de 80 anos: perda de 0,4 anos

Observando friamente os dados, viu-se que indivíduos mais jovens apresentavam maior perda na expectativa de vida do que os idosos e isso poderia ser explicado apenas pela expectativa de vida intrínseca desses dois grupos selecionados. No entanto, outros fatores devem ser ressaltados.

Pacientes portadores de estenose aórtica apresentam elevada incidência de outras comorbidades associadas como doença arterial coronária, hipertensão arterial sistêmica, dislipidemia e doença renal crônica que impactam diretamente na expectativa de vida do indivíduo. Além disso, ao ser adequadamente tratado, o paciente portador de estenose aórtica passa a ter uma prótese que não é imune a complicações como trombose, degeneração e eventos infecciosos. A sobrevida desses indivíduos não se mostrou impactada pela escolha de qual prótese usar (biológica versus mecânica), mas estamos acompanhando uma maior incidência de implante de biopróteses.

Outras situações ainda não adequadamente abordadas nesses estudos são o fato de, seguindo as diretrizes atuais, muitos pacientes mantenham-se assintomáticos e são indicados por repercussão hemodinâmica no ventrículo esquerdo, fato esse já conhecido por impactar negativamente o prognóstico a longo prazo. Muitos deles podem ter experimentado acometimento ventricular severo com fibrose miocárdica, estando claramente atrasado no momento ideal de indicação.

Diante do exposto, podemos deduzir que estamos diante de uma patologia com real impacto negativo na sobrevida do paciente, mas alguns detalhes podem fazer a diferença na evolução do quadro. Indicar corretamente o procedimento pode aproximar o paciente em muito da expectativa de vida geral da população hígida, mas parece que as ferramentas que dispomos atualmente não sejam as ideias para a devida estratificação desses pacientes.

Pode ser que pacientes mais jovens necessitem de uma indicação ainda mais precoce do que o paciente mais idoso, sob pena de lhe custar alguns anos de sobrevida. Isso deve incentivar e acelerar as pesquisas em métodos diagnósticos mais precoces do que simplesmente a queda na fração de ejeção. Aproveita e da uma lida nas outras postagens aqui na plataforma thevalveclub que tratam sobre esses assuntos (fibrose, strain, etc…).

Literatura recomendada

1 – Glaser N, Persson M, Jackson V, et al. Loss in Life Expectancy After Surgical Aortic Valve Replacement: SWEDEHEART Study. J Am Coll Cardiol. 2019 Jul 9;74(1):26-33.

2 – Durko AP, Kappetein AP. Long-Term Survival After Surgical Aortic Valve Replacement: Expectations and Reality. J Am Coll Cardiol. 2019 Jul 9;74(1):34-35.


Baixar Artigo

 


Baixar Artigo

Deixe um Comentário

Privacidade e cookies: Este site usa cookies. Ao continuar no site você concorda com o seu uso. Para saber mais, inclusive como controlar cookies, veja aqui: Política de cookie

As configurações de cookies deste site estão definidas para "permitir cookies" para oferecer a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar as configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, estará concordando com isso.

Fechar