Arritmia na PVM

Um gatilho complicador…

Voltaremos a abordar um tema muito interessante na valvopatia que é o prolapso da valva mitral. Mas não nos limitaremos a considerar o grau de regurgitação e suas indicações de intervenção. Buscaremos entender um pouco mais sobre as manifestações arrítmicas que surgem em determinados pacientes.

Foi visto na literatura que determinados pacientes manifestavam um fenótipo grave que evoluía para arritmias complexas e maior probabilidade de morte súbita. Isso não apresentava correlação com o grau da regurgitação, mas sim com o envolvimento dos dois folhetos no prolapso, demonstrando um acometimento mais extenso e principalmente, pela presença de uma disjunção de anel mitral (MAD).

Mesmo que os pacientes portadores de prolapso de valva mitral apresentassem arritmia ventricular, uma porcentagem bem menor apresentava arritmia grave. E, como era de se esperar, esse é o grupo de pacientes que apresentam pior prognóstico.

Diante de toda essa investigação, recentemente tem se falado em um fenótipo arrítmico no PVM marcado pela presença de MAD, envolvimento extenso dos folhetos e alterações do segmento ST, o que coincide com os pacientes com maior densidade de arritmias ventriculares.

Estudando exclusivamente a disjunção de anel mitral, viu-se que apresentavam maior quantidade de arritmia e que era correlacionada com o tamanho da MAD. Além disso, a presença de fibrose nos músculos papilares também se correlacionava com maior gravidade. Alguns indivíduos não tinham presença de fibrose e no Holter não tinham grande densidade, sugerindo que o processo cicatricial pode ser progressivo no tempo.

Atualmente diversos desses achados não indicam intervenções como possível ablação de foco arrítmico ou mesmo implante de CDI. No entanto, alguns estudos mostram que o adequado manejo desse grupo de pacientes expostos a maior risco de eventos pode ter impacto na melhora da curva de sobrevida. Mas ainda carecemos de estudos direcionados nessa coorte específica.

Literatura Sugerida:

  1. Essayagh B, Sabbag A, Antoine C, et al. Presentation and Outcome of Arrhythmic Mitral Valve Prolapse. J Am Coll Cardiol. 2020 Aug 11;76(6):637-649.


 Baixar Artigo

Deixe um Comentário

Privacidade e cookies: Este site usa cookies. Ao continuar no site você concorda com o seu uso. Para saber mais, inclusive como controlar cookies, veja aqui: Política de cookie

As configurações de cookies deste site estão definidas para "permitir cookies" para oferecer a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar as configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, estará concordando com isso.

Fechar