Ecocardiografia nas Valvopatias

Uso apropriado

Que a ecocardiografia é o exame de escolha para avaliação inicial dos pacientes suspeitos de cardiopatia estrutural, não há mais dúvidas, principalmente para você, leitor que já está habituado a passar por aqui.

Além de ser inócuo e de custo relativamente baixo para o tanto de informação que fornece, a ecocardiografia transtorácica é peça fundamental na compreensão das doenças valvares, tendo impacto no diagnóstico, prognóstico e até mesmo tratamento.

Mas como tudo tem que ser colocado na balança, diversas publicações mais recentes tentam orientar a adequada solicitação de exames de imagem, principalmente os multimodalidades. Na ecocardiografia não seria diferente.

Entender que, solicitar esse exame em um contexto de elevado valor preditivo positivo é fundamental para a melhor utilização de todos os benefícios que o exame pode trazer. Em outras palavras, pedir sabendo o que vai, ou deve, encontrar.

Exames considerados como “indicação adequada” foram capazes de mudar o curso da doença dos pacientes de forma positiva. Desde retornos mais precoces, quanto internação e intervenção foram mais vistos naqueles indivíduos que foram submetidos a esses exames mais bem indicados.

Há quem diga que esses achados são óbvios, mas eles valem para apontar um fato conhecido há anos e muitas vezes esquecidos: Não se deve pedir exame sem saber o que encontrar.

A solicitação de ecocardiografia considerada “Não apropriada” trouxe uma menor taxa de intervenção e não mudou positivamente a evolução do paciente. Provavelmente foi desperdício de dinheiro e apenas aumentou a chance do paciente sofrer algum tipo de iatrogenia.

Um achado paralelo que é muito interessante é que médicos que eram auditados e recebiam relatórios de suas atitudes solicitavam menos exames considerados “não apropriados”, demonstrando que um sistema vigilante também ajuda, mas parece que o problema acaba ficando na caneta do médico que executa a ação.

O objetivo maior desse texto é salientar a adequada solicitação de exames, inclusive os não invasivos. Quando bem indicados, o valor positivo é claro, quando mal indicados, a cascata de iatrogenias pode ter início…

Literatura Sugerida: 1 – Amadio JM, Bouck Z, Sivaswamy A, et al. Impact of Appropriate Use Criteria for Transthoracic Echocardiography in Valvular Heart Disease on Clinical Outcomes. J Am Soc Echocardiogr. 2020 Dec;33(12):1481-1489.

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Privacidade e cookies: Este site usa cookies. Ao continuar no site você concorda com o seu uso. Para saber mais, inclusive como controlar cookies, veja aqui: Política de cookie

As configurações de cookies deste site estão definidas para "permitir cookies" para oferecer a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar as configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, estará concordando com isso.

Fechar