Etiologias das valvopatias – Parte III

Diversas são as causas que podem gerar disfunção, ou funcionamento inadequado de uma valva cardíaca. No nosso país, por ser ainda predominantemente de baixa renda e com acesso inadequado a saúde, a principal causa ainda é a doença reumática, mas estamos acompanhando o surgimento de muitos pacientes com acometimento senil e até mesmo de origem congênita.

Valvopatia degenerativa mixomatosa
Outra etiologia bem comum nos pacientes portadores de valvopatia é a etiologia mixomatosa, que é uma outra forma de degeneração. Ocorre uma alteração na expressão do colágeno valvar levando a uma alteração conformacional, podendo apresentar alteração funcional. O acometimento mais clássico dessa etiologia é o prolapso da valva mitral.

Nesse caso, temos uma frouxidão da estrutura de sustentação valvar levando ao que chamamos de redundância. Tanto os folhetos quanto as cordas tendíneas podem estar acometidas e em diferentes graus.

Podemos encontrar indivíduos apenas com discreto abaulamento durante a sístole ventricular ocasionando o que chamamos de coaptação plana até espectros mais avançados de acometimento como a síndrome de Barlow. Entre esses extremos podemos ter pacientes apenas com espessamento valvar, prolapso para o interior do átrio esquerdo com ou sem o surgimento de insuficiência mitral e até a rotura de cordas com franco prolapso valvar e surgimento de regurgitação mitral importante.

De forma geral, a intervenção está apenas indicada naqueles casos com disfunção de grau importante, ou seja, com insuficiência mitral importante. Os demais casos menos avançados demandam apenas acompanhamento clínico ecocardiográfico seriado.

A complicação mais temida, além do grau de disfunção é o acometimento da valva danificada por endocardite infecciosa. Como existe um fluxo turbilhonado de sangue durante a sístole ventricular, podemos encontrar diversos pontos de microlesões no endocárdio. Num curso de uma bacteremia, podemos ter o gatilho perfeito para a ocorrência de infecção localizada. Vale ressaltar que nas diretrizes atuais, qualquer valvopatia nativa, independente da gravidade, não está mais contemplada no rol de doenças valvares que tem indicação para profilaxia pré-procedimento para endocardite infecciosa.

Alguns indivíduos apresentam uma síndrome associada ao prolapso da valva mitral. É a chamada síndrome do prolapso da valva mitral, que como o próprio nome diz, trata-se de um conjunto de sinais e sintomas associados a presença anatômica de prolapso de valva mitral por degeneração mixomatosa.

É comum nesses indivíduos queixas rotineiras como palpitações, dor torácica, dispneia aos esforços. Podem estar associadas a maior incidência de arritmias supraventriculares, bem como ventriculares. Ocorrem maior prevalência de doença psiquiátrica como depressão, transtorno bipolar e esquizofrenia e também a maior incidência de morte súbita.

Casos de disjunção do anel mitral são encontrados quando o músculo do ventrículo esquerdo se distancia do anel mitral em qualquer porção de seu perímetro. Tem maior prevalência nos indivíduos com degeneração mixomatosa da valva mitral e apresentam pior prognóstico evolutivo.

O acometimento mixomatoso não é exclusivo da valva mitral, podendo ocorrer nas demais valvas do coração, mas raramente apresentam acometimento isolado. Não é raro observarmos um indivíduo com acometimento mixomatoso da valva mitral e da valva tricúspide de forma concomitante, embora elas possam se expressar por graus distintos de insuficiência valvar.

Literatura recomendada
1 – Braunwald, Eugene. Tratado de medicina cardiovascular. 10ª ed. São Paulo: roca, 2017. v.1 e v.2.

Deixe um Comentário

Privacidade e cookies: Este site usa cookies. Ao continuar no site você concorda com o seu uso. Para saber mais, inclusive como controlar cookies, veja aqui: Política de cookie

As configurações de cookies deste site estão definidas para "permitir cookies" para oferecer a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar as configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, estará concordando com isso.

Fechar